'Maluquice total, ideia de jerico', diz Miguel Reale Jr. sobre novas eleições

Publicado em 08/04/2016 às 17h17

FONTE: G1

Jurista autor do pedido de impeachment participa de seminário em SP.
Ideia encampada por parlamentares e Renan Calheiros é refutada por ele.

Rosanne D'AgostinoDo G1, em São Paulo
Miguel Reale Jr., um dos autores do pedido de impeachment de Dilma, participa de seminário em SP (Foto: Rosanne D'Agostino/G1)
Miguel Reale Jr., um dos autores do pedido de impeachment de Dilma, participa de seminário em SP (Foto: Rosanne D'Agostino/G1)


O jurista Miguel Reale Junior, um dos autores do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, criticou nesta sexta-feira (8) a proposta de novas eleições que vem sendo encampada por parlamentares e chegou a ser defendida pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

"É maluquice total, ideia de jerico mesmo, desculpe", afirmou. "Não tem jeito. Nem pode, todos deveriam renunciar aos seus mandatos, governadores, deputados. Para quê nova eleição? E vem o Renan Calheiros dizer que é favorável a isso? Ele é favorável a isso ontem. Quero saber se vai ser favorável amanhã. A cada dia ele muda", disse.

Na terça (5), o presidente do Senado disse ser a favor da proposta de antecipação de eleições gerais (tanto para presidente como para a Câmara e para o Senado). “Eu, sinceramente, vejo com bons olhos essa coisa da eleição geral. Acho que se a política não arbitrar saídas para o Brasil, nós não podemos fechar nenhuma porta, deixar de discutir nenhuma alternativa, nem essa de eleição geral, nem a de fazer uma revisão no sistema de governo, e até identificarmos o que há de melhor no parlamentarismo e no presidencialismo”, disse Renan.

A posição contrária de Reale foi manifestada antes de ele participar de um seminário do Instituto dos Advogados de São Paulo (Iasp) na capital paulista.

O jurista também criticou a possibilidade de negociações do governo buscando votos de parlamentares na Câmara contra o impeachment em troca de cargos.

"Creio que estamos assistindo a um filminho de faroeste, em que se corta a nota de dólar no meio e se entrega a outra metade depois da votação", afirmou. "Parece que o vento não está favorável a essa divisão do botim. Cada vez mais se acentua a compreensão da necessidade de tirar a Dilma."

Sobre a indecisão dos deputados, Reale afirmou que já não é mais uma questão de partido. "O deputado sabe que vai ser transmitido pela TV e ele vai escolher entre o bolso e a honra."

O jurista disse que considera a "pressão" sobre os deputados "legítima, fruto da democracia transparente". Ele também defendeu a condenação de Dilma por "pedaladas fiscais" ao ser questionado se, caso a presidente seja condenada, 16 governos também deviam ser alvo de impeachment. "Os governos não têm bancos estaduais. Isso é falta de conhecimento."

O jurista afirmou também que não acredita que o processo de cassação da chapa Dilma-Temer pelo TSE ocorra antes de 2017. E defendeu a colega Janaina Paschoal, que foi alvo de diversos memes nesta semana após um discurso na Universidade de São Paulo. "Ela estava muito animada, com excitabilidade pelo sucesso do evento."

Já quando foi questionado sobre a fala de Dilma, de que é alvo de motivações políticas, respondeu: "E você queria que ela dissesse o quê?"

Discurso
Durante o discurso, Reale afirmou que o país sofre, além de problemas na segurança, na saúde e na economia, de uma crise moral. "A crise moral é a falta de autoridade", afirmou. "A 'pedalada' foi exatamente o meio artificioso pelo qual se escondeu que o Brasil estava falido", disse.

Segundo ele, o desafio será de Michel Temer. "Nós estamos vivendo na terra governista da mentira há muito tempo. A verdade é o desafio que se impõe perante Michel Temer, que eu acredito venha a ser o presidente do Brasil dentro de poucos dias", afirmou. "Porque nós vamos conseguir afastar Dilma Rousseff da presidência. É um sentimento geral, os ventos batem nesse sentido."

http://g1.globo.com/politica/processo-de-impeachment-de-dilma/noticia/2016/04/maluquice-total-ideia-de-jerico-diz-miguel-reale-jr-sobre-novas-eleicoes.html

 

voltar para Notícias

left show fwR tsN bsd b02s|left tsN show fwB bsd b02s|left show tsN fwB normalcase|bnull||image-wrap|news fwB fwR normalcase tsN|fwR normalcase tsN fsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase tsN|fwR normalcase tsN c15 bsd b01|normalcase tsN|content-inner||