Programação do VII Congresso Internacional de Direito do Seguro

Publicado em 08/10/2017 às 17h28

FONTE: SONHO SEGURO

 

Programação do VII Congresso Internacional de Direito do Seguro do IBDS

 

Evento realizado pelo Instituto Brasileiro de Direito do Seguro (IBDS) para discutir o primeiro Projeto de Lei de Contrato de Seguro da história Brasileira, já aprovado na Câmara dos deputados e transformado no PLC 29/2017.

O Projeto nasceu no IBDS, que acompanhou sua tramitação desde 2004 (PL 3.555/2004, do sr. José Eduardo Cardozo) até o presente. Encontra-se em discussão no Senado sob a relatoria do Senador Armando Monteiro.

Desde o princípio foi empreendido pelo IBDS com o apoio do BRASILCON e do IDEC.
Em 2016 a Confederação das Seguradoras (CNseg) e a Federação Nacional dos Corretores de seguro (FENACOR), após longas negociações que mantiveram praticamente todo o texto em discussão e não implicaram mudança na estrutura essencial do projeto, também passaram a defender o texto do PLC 29/2017.

A programação intelectual e cultural é ímpar na história de congressos jurídicos no país. Nenhuma atividade conta com subsídios públicos nem com patrocínio ou apoio de entidades representativas de fornecedores e consumidores de seguro.

PROGRAMAÇÃO

18/10/2017
09:00 Show com Hercules Gomes

09:30
ABERTURA

Ernesto Tzirulnik
Advogado e Presidente do Instituto Brasileiro de Direito do Seguro – IBDS. Doutor em Direito Econômico e Financeiro pela Universidade de São Paulo – USP.

Fábio Ulhoa Coelho
Advogado, Professor Titular de Direito Comercial da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP e 2º Vice-Presidente do Instituto Brasileiro de Direito do Seguro – IBDS. Livre-docente, Doutor e Mestre pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP.

Carlos Harten
Advogado e Presidente da Comissão Especial de Direito Securitário do Conselho Federal da OAB. Doutor em Direito pela Universidade de Salamanca (Espanha).

Homenageado
Rubén Stiglitz
Professor Emérito da Faculdade de Direito da Universidade Nacional de Buenos Aires. Doutor em Direito pela Faculdade de Direito e Ciências Sociais da Universidade Nacional de Buenos Aires.

Intervalo – 10:50 às 11:10

11:20
PAINEL I – LEI DE CONTRATO DE SEGURO
Mediador: Luiz Tavares
Diretor da Confederação Nacional das Empresas de Seguros.

A construção da lei peruana de seguro
Luiz Alberto Meza Carbajal
Advogado e Professor de Direito de Seguros da Universidade de Piura. Mestre em Direito pela London School of Economics and Political Science, Universidade de Londres (Inglaterra).

Comentários sobre o projeto de lei de contrato de seguro brasileiro
José María Muñoz Paredes
Advogado e Professor Catedrático de Direito Mercantil da Universidade de Oviedo. Doutor em Direito pela Universidade de Oviedo.

Almoço – 12:40 às 14:40

14:50
PAINEL II – SEGURO E ESTADO
Mediador: André Ramos Tavares
Parecerista, Professor Titular de Direito Econômico da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP e Professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP. Mestre e Doutor em Direito do Estado PUC-SP. Livre-Docente em Direito Constitucional pela Faculdade de Direito da USP.

Seguro e Constituição Federal
Gilberto Bercovici
Parecerista e Professor Titular de Direito Econômico da Universidade de São Paulo – USP. Livre-docente em Direito Econômico e Doutor em Direito do Estado pela Universidade de São Paulo – USP.

Seguro e regulação
José António Figueiredo Almaça
Professor Catedrático da Universidade Autônoma de Lisboa e Presidente da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões. Doutor em Ciências Econômicas e Empresariais pela Universidade Autônoma de Madrid.

Distribuição de seguros por entidades de crédito
Covadonga Diaz Llanova
Professora de Direito Mercantil da Universidade de Oviedo. Mestre em Sistemas de informação contábil e Doutora em Direito pela Universidade de Oviedo.

Intervalo – 16:40 às 17:00

17:10
PAINEL IIII – SEGURO E RISCO
Mediadora: Ana Blanco
Advogada e professora de Direito Privado junto a UniRitter – Centro Universitário Ritter dos Reis, em Porto Alegre. Doutora em Direito Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP. Mestre em Direito Privado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS.

Agravamento de risco: conceitos e limites
Ministro Ruy Rosado de Aguiar
Árbitro e Parecerista. Ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça. Mestre em Direito Civil pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS.

Limitação e exclusão de riscos: limites e exigências para a validade da estipulação
Ministro Paulo de Tarso Sanseverino
Ministro do Superior Tribunal de Justiça – STJ. Mestre e Doutor em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS.

A teoria do risco no projeto de lei e no direito francês
Luc Mayaux
Professor da Universidade de Jean Moulin – Lyon III. Doutor pela Universidade de Lyon.

Show com Ulisses Rocha e O Quinteto

19/10/2017

09:00
PAINEL I – RESSEGURO
Mediador: Paulo Botti
Engenheiro Mecânico e Professor de resseguro nos cursos de Seguros da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo – USP. Mestre em Administração Financeira pela Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas São Paulo – FGV-SP.

Prescrição de cobrança de prêmio e recuperações nos tratados de resseguro
Paulo Piza
Advogado e 1º Vice-Presidente do Instituto Brasileiro de Direito do Seguro. Mestre e Doutor em Direito Internacional pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP.

Regulação de sinistro e resseguro
Carlos Roberto De Zoppa
Engenheiro Mecânico, Vice-Presidente da Terra Brasis Resseguros e Árbitro. Pós-Graduado em Finanças pela Escola de Administração da Fundação Getúlio Vargas – FGV-CEAG.

Boa-fé e regulação de sinistro
Judith Martins-Costa
Árbitra e Parecerista. Doutora e Livre Docente pela Faculdade de Direito pela Universidade de São Paulo – USP.

Intervalo – 10:40 às 11:00

11:10
PAINEL II – SEGURO E CONSUMIDOR
Mediador: Carlos Velloso
Advogado e Diretor de Sinistros do Instituto de Resseguros do Brasil – IRB-Brasil Re

O beneficiário nos seguros de vida e integridade física
Ayrton Pimentel
Professor da Escola Nacional de Seguros e Membro do Conselho Diretor do Instituto Brasileiro de Direito do Seguro – IBDS. Mestre em Direito Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo

Seguro e relações de consumo
Bruno Miragem
Advogado e Professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Doutor e Mestre em Direito pela UFRGS.

Almoço – 12:10 às 14:10

14:20
PAINEL III – SEGURO E RESPONSABILIDADE CIVIL
Mediador: Reinaldo Aronis
Advogado. MBA em Gestão Estratégica de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas.

O contrato de seguro e terceiros
Gustavo Melo
Advogado e Professor da Fundação Escola Nacional de Seguros – FUNENSEG. Mestre e Doutor em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP.

Evolução tecnológica e responsabilidade civil profissional
Francesco Di Ciommo
Advogado e Professor de Direito Privado da Universidade Luiss “Guido Carli” (Itália). Mestre em Direito Civil pela Universidade de Camerino. Doutor em Direito Civil pela Escola Superior de Estudo Universitário de Sant’Anna de Pisa.

Intervalo – 15:30 às 15:50

16:00
PAINEL IV – SEGURO E ARBITRAGEM
Mediador: Marcelo Mansur
Advogados e Professor da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas. Mestre em Direito pela Universidade de Heidelberg. Doutor em Direito Internacional pela Universidade de São Paulo.

Arbitragem e dominação econômica
Alessandro Octaviani
Advogado, Professor de Direito Econômico e Economia Política da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP e Sócio-Fundador do Instituto Brasileiro de Direito do Seguro – IBDS. Mestre em Ciência Política pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Doutor em Direito Econômico pela Faculdade de Direito da USP. Pós-Doutor pelo King’s College London.

Arbitragem, seguro, resseguro e formação do Direito
Ana Frazão
Advogada e Professora de Direito Civil e Comercial da Universidade de Brasília – UnB. Mestre em Direito e Estado pela Universidade de Brasília – UnB e Doutora em Direito Comercial pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP.

Arbitragem no projeto de lei de contrato de seguro
Juliana Krueger
Advogada e Professora de Direito Comercial da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP. Doutora em Direito Comercial pela Faculdade de Direito da USP.
18:00
Lançamentos dos livros

O Beneficiário no contrato de seguro, de Ayrton Pimentel – Editora Roncarati/IBDS
Com prefácio de Ernesto Tzirulnik

Construction All Risks Insurance: instrument for development, de Ernesto Tzirulnik – Edição traduzida para o inglês revista e atualizada. Ed. Roncarati/IBDS
19:00
Show com Nelson Ayres Big Band

20/10/2017

09:00
PAINEL I – SEGURO D&O
Mediador: Walter Polido
Advogado, árbitro e Membro fundador, conselheiro e diretor do IBDS – Instituto Brasileiro de Direito do Seguro. Mestre em Direitos Difusos e Coletivos pela Pontifícia Universidade Católica – São Paulo.

O seguro D&O e o mercado de capital
Walfrido Warde
Advogado e Presidente Instituto para a Reforma das Relações entre Estado e Empresa – IREE. Mestre em Direito pela New York University. Doutor em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP.

Dolo e D&O
Maria Inês de Oliveira
Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e membro do Conselho Fiscal do Instituto da Banca, da Bolsa e dos Seguros da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Mestre em Ciências Jurídico-Econômicas e Doutora em Ciências Jurídico-Empresariais pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

Crítica à jurisprudência corrente sobre seguro D&O
Maurício Von Bruck Lacerda
Advogado e Professor na Escola Paulista de Direito e nas Faculdades Metropolitanas Unidas – FMU. Mestre em ciências jurídico-empresariais pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Intervalo – 10:50 às 11:00

11:10
PAINEL II – SEGURO E TRIBUTAÇÃO
Mediador: Walter Manzi
Advogado especialista em Direito Tributário.

Seguro e tributação na Espanha
Begoña Sanchez
Professora Catedátrica de Direito Financeiro e Tributário da Universidade de Oviedo (Espanha). Doutora em Direito pela Universidade de Oviedo.

Seguro e tributação no Brasil
Heleno Torres
Professor Titular do Departamento de Direito Econômico, Financeiro e Tributário da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP. Mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Doutor em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC-SP.

Almoço – 12:20 às 14:20

14:30
PAINEL III – SEGURO E SOCIEDADE
Mediador: Wady Cury
Engenheiro Civil. Diretor Geral do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre. Presidente da Comissão de Seguros Rurais da FENSEG.

Seguro e discriminação
Aaron Doyle
Professor da Universidade de Carleton (Canadá). Doutor em Sociologia pela Universidade de British Columbia (Inglaterra).

Seguro e captura regulatória
Sharon Tennyson
Professora da Universidade de Cornell (EUA). Doutora em economia pela Universidade Northwestern (EUA).

16:00
ENCERRAMENTO
José Eduardo Martins Cardozo
Advogado e Professor na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP. Mestre em Direito pela PUC – SP. Doutorando em Direito pela Universidade de Salamanca.

Ernesto Tzirulnik
Advogado e Presidente do Instituto Brasileiro de Direito do Seguro – IBDS. Doutor em Direito Econômico e Financeiro pela Universidade de São Paulo – USP.

Show com Toninho Ferragutti e Salomão Soares

Programa Cultural produzido pelo Projeto Ceará 202 para o VII Congresso Internacional de Direito do Seguro do IBDS (VII Fórum de Direito do Seguro José Sollero Filho) – UNIBES – 18, 19 e 20 Outubro 2017

Na abertura – quarta-feira, 18 de outubro, às 09 horas (somente congressistas e convidados)

Os hinos dos países presentes no VII Fórum e algo mais, com o pianista

HERCULES GOMES

Influências de ritmos brasileiros, jazz e uma técnica refinada são alguns dos aspectos presentes no estilo pianístico e composicional de Hercules Gomes, um dos mais representativos pianistas brasileiros da atualidade. Natural de Vitória (ES) e radicado em São Paulo, Hercules é bacharel em música pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Já se apresentou em alguns dos mais importantes festivais de música no Brasil e no exterior como o Festival Piano, Piano (Centro Cultural Kirchner em Buenos Aires, Argentina); o Festival Internacional Jazz Plaza (Havana, Cuba); O Festival de Inverno de Campos do Jordão; e o Savassi Festival (Belo Horizonte, MG). Foi vencedor do 11º Prêmio Nabor Pires de Camargo e do I Prêmio MIMO Instrumental. Em 2015 participou do projeto Gravação dos Concertos Cariocas de Radamés Gnattali. Em 2013 lançou seu primeiro trabalho solo (“Pianismo”).

Antes de anoitecer – quarta-feira, 18 de outubro, às 19h30 horas (aberto ao público)

Show de lançamento do CD “Ulisses Rocha – O Quinteto”

ULISSES ROCHA

Um dos principais violonistas brasileiros, participou do Grupo D’alma, trio de violões que revolucionou a linguagem do instrumento e inspirou a formação do lendário trio: John Maclaughlin – Paco de Lucia – Al di Meola. Depois, a convite de Cezar Camargo Mariano, integrou o grupo Prisma. Tem longa carreira internacional e inúmeros CDs. Gravou com Hermeto Pascoal, Hugo Fatoruso, Roberto Carlos, Sá e Guarabira, entre muitos outros, e dividiu o palco em com Egberto Gismonti, Al di Meola, Toquinho, Canhoto da Paraíba, Marco Pereira, Paulo Belinatti etc. Como solista, participou do festival de Jazz de Paris, Free Jazz Festival, Phillips Innovation Show, Festival de Inverno de Campos do Jordão por diversas vezes, além de tocar com as orquestras sinfônicas de Campinas, Americana e a Jazz Sinfônica. Tem participado desde o início dos anos 2000 das produções do Projeto Ceará 202 e, com Nelson Ayres e Toninho Ferragutti, formou o Trio 202, gravado ao vivo no Jazz Standard, em Nova Iorque. Ulisses foi indicado duas vezes para o prêmio Sharp nas categorias de melhor música instrumental e melhor solista. É professor da Faculdade de Música da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, desde 1990.

IVAN VILELA
Ivan Vilela iniciou sua carreira artística aos 18 anos, integrando o Grupo Pedra e depois o Grupo Água Doce, que faziam pesquisa das raízes da música mineira. Em 1995, assumiu a viola caipira como instrumento solo. Tem longa carreira internacional e em 2009, participou de apresentação solo com a Orquestra de Câmara Villa-Lobos. Entre as peças tocadas estão O sertão, paisagens, Armorial de Ivan Vilela, e Prelúdio das bachianas nº 4 de Heitor Villa-Lobos. Bacharel em Composição musical pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Mestre Composição Musical por essa mesma instituição e doutor em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo, com a tese Uma história social da música caipira.
RAIFF DANTAS BARRETO

Violoncelista paraibano, Raïff Dantas Barreto iniciou seus estudos do instrumento na Paraíba, aperfeiçoando-se no Conservatório Arrigo Boito na Itália. Sua trajetória como solista o levou à frente de orquestras como: Municipal de São Paulo, Sinfônica da Paraíba, Sinfônica de Minas Gerais, Camerata de Curitiba, Camerata Fukuda, Sinfônica da Bahia, Sinfônica de Santo André. Toca no violoncelo Príncipe do Brasil, construído pelo luthier Saulo Dantas-Barreto, seu irmão. Tocou com Pablo de Leon, na Sinfonia Concertante para violino e cello, de Miklos Rosza. Em 2009, embarcou em sua primeira turnê pelos EUA, tocando com a Cayuga Chamber Orchestra (em Nova York), sob a regência de Lanfranco Marcelletti, e em Thibodaux (Louisiana), com a pianista Luciana Soares, o violinista James Alexander e o violoncelista Dennis Parker. Ministrou masterclasses também na LSU-Louisiana State University e na Massachusetts University. Sua discografia inclui dois CDs pelo selo YB, “Duo Quanta” (2001) e “Quarteto Camargo Guarnieri” (2003), e mais dois trabalhos: “José Guerra Vicente” e “Francisco Mignone-Valsas”, gravados em 2009.

WALMIR GIL

Walmir Gil começou a tocar trompa ainda criança. Logo passou para o trompete. Mudou-se para a cidade de Santos onde começou sua carreira profissional. De volta a São Paulo, passou a integrar bandas como a do Maestro Branco e 150 Night Club, no Hotel Maksoud Plaza, onde teve oportunidade de acompanhar importantes nomes do cenário musical mundial. Participou de turnês no Brasil e exterior tocando com César Camargo Mariano, Fafá de Belém e Caetano Veloso, entre outros. Integra a orquestra do cantor Roberto Carlos, a banda de Djavan e a Banda Mantiqueira, da qual é um dos fundadores.

VITOR LOUREIRO

Vitor é um jovem baixista, compositor e produtor musical.

No segundo dia – quinta-feira, 19 de outubro, às 18h30 horas (aberto ao público)

Show de lançamento do CD “Nelson Ayres Big Band”

NELSON AYRES BIG BAND

Nelson Ayres é um dos músicos brasileiros mais conhecidos. Arranjador, pianista, regente e compositor. Iniciou seus estudos musicais com Paul Urbach entre os anos de 1959 e 1962. Foi aluno ainda de Luís Schiavo (1963-1965) e Conrad Bernhard (1966-1967). Foi professor e diretor do Centro de desenvolvimento Artístico, de São Paulo, de 1966 a 1969. No mesmo ano, fez o curso de regência com Diogo Pacheco e viajou para os EUA para estudar na Berklee School of Music (Boston), sendo o primeiro brasileiro a receber bolsa para a renomada escola de música. Ainda nos Estados Unidos, estudou piano com Margareth Chaloff e composição com John Adams. Em 1985, foi co-realizador do “Projeto Prisma” (disco e show) com César Camargo Mariano, realizando turnês de dois anos pelo Brasil. Desde 1992, é diretor artístico e regente da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo. Tem copiosa discografia e com o Projeto Ceará 202 gravou, com Ulisses Rocha e Toninho Ferragutti, o CD Trio 202.

Agora reuniu outros instrumentistas igualmente excepcionais para lançar, também com o Projeto Ceará 202, uma das mais espetaculares Big Band da nossa história.

No terceiro dia – sexta-feira, 20 de outubro, às 17 horas (aberto ao público)

Show de lançamento do CD “Toninho Ferragutti e Salomão Soares”

TONINHO FERRAGUTTI

Toninho Ferragutti é considerado um dos mais inventivos e talentosos acordeonistas, sendo também compositor e arranjador. Possui uma extensa participação em centenas de cds e shows de artistas importantes no Brasil e no exterior.

SALOMÃO SOARES
Salomão Soares é nascido e criado no interior paraibano. O pianista e arranjador radicado na cidade de São Paulo, apesar dos seus vinte sete anos, carrega uma vasta experiência em suas criações musicais.

Toninho Ferragutti e Salomão se juntaram neste projeto, o primeiro da dupla. Com composições próprias, o álbum mistura jazz, música erudita e música brasileira das mais variadas fontes.

No terceiro dia, após o encerramento do congresso, na residência modernista da Rua Ceará, 202 – sexta-feira, 20 de outubro, às 21h30 horas (somente convidados e congressistas)

Com apurado senso estético, o maestro Moacir Santos foi um dos maiores compositores e arranjadores da música instrumental brasileira. Partindo de sua origem nordestina, ele criou uma inusitada fusão entre as sonoridades africanas e as harmonias jazzísticas, resultando em uma música extremamente inventiva. O Projeto Coisa Fina foi criado a partir da admiração de jovens músicos pela obra de Moacir Santos. Por isso o prefixo “projeto”, pois a ideia inicial era apenas apresentar, para novas plateias, a música pouco conhecida do maestro pernambucano que fez carreira nos Estados Unidos. Mas esse mergulho na obra de Moacir Santos acabou rendendo outros frutos: além de um disco em homenagem ao maestro e shows ao redor do mundo, criou também no grupo o desejo de promover outros compositores brasileiros e, ao mesmo tempo, incentivar a produção de novos autores.

Do primeiro ao terceiro dia (18 a 20 de outubro/2017), no saguão do UNIBES CULTURAL, das 9 às 20 horas exposição de fotografia aberta ao público.

Arquitetura/Detalhes
Exposição de fotografias de Cristiano Mascaro

O Projeto Ceará 202 produziu a exposição especialmente para o congresso internacional que realizará no UNIBES.

Os palestrantes do VII Fórum receberão como gratidão por suas participações originais do fotógrafo Cristiano Mascaro, retratando o viaduto do Chá ou o Edifício Martinelli.

O homenageado do VII Fórum do IBDS receberá ambas as fotografias.

Cristiano Alckmin Mascaro (Catanduva, São Paulo, 1944). Fotógrafo, arquiteto e professor. Formado em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP), é um dos mais importantes fotógrafos brasileiros que documenta sistematicamente a capital paulista e de sua arquitetura há mais de duas décadas. Entre seus trabalhos mais importantes, há registros do interior do Estado de São Paulo e de patrimônios históricos de todo o Brasil. Inicia a carreira fotográfica em 1968, quando é convidado a participar da primeira equipe da revista Veja, em que permanece por quatro anos.
É professor de fotojornalismo da Enfoco Escola de Fotografia, entre 1972 e 1975; dirige o Laboratório de Recursos Áudio-Visuais da FAU/USP, entre 1974 e 1988; e leciona comunicação visual na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Santos, de 1976 a 1986. Titula-se mestre em 1986, com a dissertação O Uso da Fotografia na Intepretação do Espaço Urbano e doutor em 1995, com a tese A Fotografia e a Arquitetura, pela FAU/USP.

Recebe o Prêmio Internacional de Fotografia Eugène Atget, em 1984; e a Bolsa Vitae de Fotografia, em 1989. É autor, entre outros, dos livros A Cidade (1979); Cristiano Mascaro, As Melhores Fotos (1989); Luzes da Cidade (1996), São Paulo (2000) e O Patrimônio Construído – as 100 mais belas edificações do Brasil (2003). Em 2006, participa como arquiteto homenageado da 6ª Bienal Internacional de Arquitetura e Design, com a mostra O Brasil em X, em Y, em Z.
O interesse por edificações modernas e pelas mudanças nos espaços urbanos o leva a realizar, em 1994, a exposição Brasil: Arquitetura Recente, no Deutsches Architektur Museum, em Frankfurt, Alemanha.

Ele acentua as linhas e as curvas de seus objetos com jogos de luz e sombra que por um lado trazem à tona o elemento arquitetônico de suas fotografias e, por outro revelam uma espécie de relação cultural dos habitantes com os espaços urbanos em que vivem e que frequentam. Há uma foto da avenida Marginal do Rio Pinheiros, em São Paulo, que mostra, entre dezenas de cabos e torres de força e dentro da estrutura de um outdoor vazio, duas pessoas trabalhando no que parece ser um reparo. Elas estão de costas, e se esticam de uma escada para afixar um cabo na estrutura metálica. Há no retrato uma suspensão temporal, um momento que freia o impulso de modernização a que todo o tom industrial da imagem remete.

Em 2003, participa como fotógrafo do livro O Patrimônio Construído – As 100 Mais Belas Edificações do Brasil, em que registra monumentos tombados pelo patrimônio histórico em todo o país. Voltam as linhas acentuadas, e também a determinação das imagens pelas linhas e curvas arquitetônicas das construções fotografadas. Edifícios que datam do século XVI combinam com construções relativamente recentes, como o Theatro Municipal de São Paulo, fato que, para além do importante documento histórico que o livro representa, mostra a capacidade de Mascaro em harmonizar elementos díspares por suas relações geométricas. Na 6ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo, em 2005, apresenta a mostra O Brasil em X, em Y, em Z. Em um cubo branco, imagens de cidades brasileiras sob a luz de seus estilos arquitetônicos confirmam a vocação de Mascaro tanto como fotógrafo das formas quanto como das pessoas que as habitam.

http://www.sonhoseguro.com.br/2017/10/programa-cultural-vii-congresso-internacional-de-direito-seguro-ibds/ 

voltar para Notícias

left show fwR tsN bsd b02s|left tsN show fwB bsd b02s|left show tsN fwB normalcase|bnull||image-wrap|news fwB fwR normalcase tsN|fwR normalcase tsN fsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase tsN|fwR normalcase tsN c15 bsd b01|normalcase tsN|content-inner||